USF da Colônia promoveu ações de prevenção sobre Nutrição e Tuberculose

USF da Colônia promoveu ações de prevenção sobre Nutrição e Tuberculose

Fonte: NASF

A Unidade de Saúde da Família do povoado Colônia promoveu no ultimo dia (28) na comunidade atividades visando à prevenção e a promoção da saúde, a ação que teve como foco o Dia Internacional da Tuberculose e Dia Nacional da Nutrição a ação contou com a participação de toda equipe da USF além de um bom público.

Dia Nacional da Nutrição

A prática da boa alimentação começa desde cedo, ao nascimento, com o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de vida. Após essa fase, a amamentação poderá ser feita de maneira complementar até os 2 anos. Em cada fase da vida (criança, adolescente, adulto ou idoso), o ser humano possui diferentes necessidades nutricionais.

Muitos adultos obesos foram crianças obesas e é por essa razão que é importante ter um olhar mais cuidadoso com a alimentação. Pois neste inicio da vida há formação, crescimento e desenvolvimento celular, e as informações genéticas serão gerenciadas. Alguns pais têm dificuldades em reconhecer que o filho está acima do peso. O excesso de peso e a autoimagem no futuro do individuo estará comprometida, podendo provocar problemas de saúde como o diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares e a obesidade mórbida.

Dia Internacional da Tuberculose

Nos últimos anos, o Brasil e o mundo vêm ampliando esforços para o controle da tuberculose, que continua sendo um grande problema de saúde pública, essencialmente em função do aparecimento da AIDS, do aumento do processo migratório e da pobreza. Os índices da doença, que diminuíam gradativamente na década de 80, voltaram a crescer nos anos 90, associados ao também risco de aparecimento de bacilos resistentes.

SINTOMAS

Emagrecimento, canseira, febre baixa no final do dia, suor à noite e tosse com expectoração são os sintomas da Tuberculose. Podem também existir gânglios no pescoço. A Tuberculose

não pode ser detectada somente por um exame físico. Se confundida com uma gripe, por exemplo, vai evoluir durante 3 a 4 meses sem que a pessoa infectada saiba, ao mesmo tempo em que transmite a doença para outras pessoas.

 

Anteriores

1 até 10 de 132   Próximo »   Último »