Município Comemora o Fim da Inadimplência

Município Comemora o Fim da Inadimplência

ASCOM
Crédito: Divulgação

O prefeito de Santa Brígida Gordo de Raimundo (PT) comemorou a saida do municipio da inadimplência com os órgãos federais, sendo retirada da lista de negatividade junto ao SIAF - CAUC (Cadastro Único de Convênio). A partir dessa conquista, o município já pode começar a fazer convênios para projetos e programas em prol da comunidade santabrigidense, por seguidos mandatos, existiu uma negatividade do município em relação às emissões de certidões negativas, o que impedia a celebração de convênios com outros órgãos públicos. A Prefeitura conseguiu regularizar esta situação "Isso significa que a partir de agora, as portas passam a ficar abertas para todas as Secretarias Municipais que estavam impedidas até então de buscar recursos a qualquer entidade pública", mesmo com a forte crise financeira que assola os municípios brasileiros, o prefeito Gordo de Raimundo considerou uma grande vitória o fim da inadimplência o que para o gestor haverá uma grande facilidade em buscar e celebrar convênios que possam melhorar ainda mais a qualidade de vida dos munícipes destacou Gordo de Raimundo.

80% das Prefeituras Brasileiras Estão Inscritas no CAUC Deixando Municípios Impedidos de Celebrar Convênios com A UNIÃO.

Levantamento feito pela CNM (Confederação Nacional de Municípios) aponta que oito em cada dez municípios brasileiros estão com pendências de regularidade e foram inscritos no CAUC (Cadastro Único de Convênios), da STN (Secretaria do Tesouro Nacional). Por conta desses problemas, 4.458 municípios -80,1% do total- estão impedidos de celebrar convênios com a União.

A pesquisa foi feita pela CNM com base nos dados da STN último dia 20, e não cita o nome dos municípios com problemas. Porém, o estudo afirma que "o resultado surpreendeu" pelo grande número de cidades com irregularidades. Segundo a CNM, o número de prefeituras com irregularidades cresce no país, especialmente desde o início da nova gestão. No dia 18 de janeiro, por exemplo, eram 3.589 municípios com pendências. Pouco mais de um mês depois, esse número aumentou 24%.

Para a CNM, 4.063 dos novos prefeitos (72,9% do total) assumiram os municípios com uma "forte crise financeira", e não celebração de convênios se transforma em um quadro "bastante preocupante."

FONTE: http://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/transferencias_voluntarias_novosite/index.asp

Anteriores

1 até 10 de 483   Próximo »   Último »