Religiosidade, Tradição, Cultura e Fé marcaram mais Caminhada Penitencial em memória ao Beato Pedro Batista

Religiosidade, Tradição, Cultura e Fé marcaram mais Caminhada Penitencial em memória ao Beato Pedro Batista

ASCOM/PMSB



Nesta última segunda (11), aconteceu a 23ª Caminhada Penitencial em Memória ao Beato Pedro Batista, saindo do Povoado Santa Cruz (casa do Sr. Manoel de Dão). Compareceram dezenas de romeiros vindos de vários estados do Brasil.

Cada um tem uma história, um motivo pelos calos e marcas de sol adquiridos durante os 17 quilômetros de estrada.

Tivemos a presença de. Juliano Jorge Basso, diretor da Casa de Cultura Cavaleiros de Jorge - Alto Paraíso - Goiás (GO), o mesmo também, organiza há 23 anos o Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. Também estava presente a Diretora do Centro de Estudos Universais, a Srª Glaucia Rodrigues, organizadora do Encontro de Culturas do Mundo em Imbassaí - Ba. Foram mais de 2000 quilômetros percorridos em quatro rodovias diferentes em uma jornada de quatro dias. A chegada é sempre marcada pelo alívio e pela emoção, como conta no relato.

O momento mais emocionante para os romeiros é o tão esperado encontro com os Índios Pankararus, grupo que vem todos os anos abrilhantar a nossa caminhada.

A alegria no rosto de cada romeiro e a emoção ao agradecer pelas graças alcançadas marcaram a caminhada. Logo às 6h da manhã a Igreja de São Pedro repleta de fiéis para se deslocarem à Santa Cruz. Durante a Missa, com a presença do Pároco Pe. Honildo Carvalho e Pe. João Batista. "Abramos nosso coração para que possamos participar bem desse nosso festejo. Que venhamos para caminhada com o desejo de rezar e de estar perto de Jesus, que é o sentido da nossa vida. Que estejamos aqui para principalmente estar aos pés de Jesus, seguir seus ensinamentos, e assim nos reabastecer espiritualmente e levar a Palavra para todas as pessoas que convivem conosco", enfatizou Pe. Honildo durante a homilia.

Após a Celebração Eucarística, foi servido um café da manhã para todos os romeiros presentes. "É uma caminhada importante no nosso Município, pois sua origem tem como ator principal a fé dos nossos romeiros. Hoje me sinto feliz em manter essa tradição de fé acesa na memória do nosso povo. É um dia

muito especial e que somos honrados em participar". Marivônia Marques (secretária de cultura).

 

Anteriores

1 até 10 de 104   Próximo »   Último »